segunda-feira, 6 de junho de 2005

VIVA PORTUGAL!

Pois é, esta semana tem sido prolifeca(escreve-se assim?!bah) em noticias maravilhosas sobre os nossos politicos. É o Alberto Joao q para alem do ordenado de Presidente da Madeira passa agora a receber uma choruda reforma e ele ainda a trabalhar; É o "nosso" rico governo socialista q desde Março já nomeou 894 dos seus boys para o estado, ou seja, 10 nomeaçoes por dia(isso é q é trabalhar para o engrandecimento do país) contrariando a promessa feita aquando da tomada de posse; É o ministro das finanças q pede a todos os portugueses sacrificios para o controlo das finanças publicas mas q acumula uma reforma bem gorda com o ordenado de ministro(aonde é q eu já li isto?!); É os reformados q vão pagar mais IRS; É o Presidente da Republica q apela á unidade e ao patriotismo dos portugueses para os sacrificios q se teram q fazer para combater o defice excessivo(o mesmo presidente q ainda á uns anos atrás dizia q havia vida para além do deficie).
Depois disto tudo, vou ouvindo portugueses anonimos nas ruas a abanar a cabeça em concordancia e conformismo com as medidas demagogicas do governo e com a situação do país, quando á uns meses atras levantavam a voz contra os detentores do poder de então e com razão, pelas trapalhadas e desgoverno a q Portugal assistia. No entanto vaõ-se queixando baixinho nos cantos.
Entretanto eu olho para Espanha e grito: VIVA PORTUGAL!

9 comentários:

MP disse...

Parabéns Thedreamster pelo blog.Dá-lhes com força. Se bem que para mim todos os partidos se equivalem em termos de corrupção,compadrios e negociatas mas...É INAUDITO QUE UM GOVERNO COMECE TÃO DEPRESSA A ARRUINAR AS ESPERANÇAS DOS PORTUGUESES PROPONDO MEDIDAS TOTALMENTE ABSURDAS E NÃO SE COIBINDO de continuar o regabofe enquanto pedem sacrifícios patrióticos aos portugueses.

Extremist disse...

antes de mais nada os meus parabéns por o teu blog da mosca amarela grande Dreamaster :fist: olha, acho que é prolifera... :eyes: em relação ao teu pontapé de saída, para mim toda a classe política n passa de um grupo de charlatões k só prometem mundos e fundos para sentar o seu real cu na assembleia da républica e depois estão-se cagando quando na real gana lhes dá para o zé povinho, que, ainda são os k sustentam e fazem andar este país... (até kuando é k estamos para vêr...) para mim são todos iguais,A,B ou C.... PUTAS AO PODER K OS FILHOS JÁ LÁ ESTÃO!!!!! agora mudando de assunto.... boa sorte para o teu blog e vê lá se mudas de assunto... :p ;-) UP THE IRONS!!!!!!!!! Extremist

Gonçalo disse...

Ora bem!!! Mais um! Antes de mais, parabéns e boa sorte aqui com a tua nova geringonça! Para já o nome está genial! Vais tb fazer disto o teu glorioso púlpito donde apontarás as deficiências desta nação e os deficientes que a governam não? Muit bem! Cá estaremnos com o devido apoio! Um abraço G

tânia disse...

Olha outro! Mtos parabens pelo blog, como já disse adoro o nome ;) Em relaçao à Política Portuguesa...bem, desde que cá cheguei que ouço que Portugal está em crise, o governo já mudou 3 vezes entretanto e continua tudo na mesma, se calhar ainda pior ao que estava. Enfim... jokas e que a mosca amarela continue a voar \m/

Rute disse...

Olá Bom dia! É assim mesmo Gus! Mosca Amarela a ir além da conversa de café, no café! Para mim a política em Portugal é como uma casa mal governada ou um casamento falhado. Não têm hipótese de sobrevivência! Lamentavelmente temos de ser nós a fazer barulho...pois também vamos ás compras para a casa e se quisermos realmente também podemos tentar arranjar um parceiro melhor...é lixado mas não impossível! Beijos

major disse...

falem mas e´do benfica
pá ó gustavo mete ordem nesta merda

DREAMASTER disse...

Tudo a seu tempo.

major disse...

vá vamos lá 1 2 3, " ser benfiquista..." epá não tou a ouvir nada, he he he

Anónimo disse...

Um ministro português recebeu, em Lisboa, um ministro angolano.
>Simpático, o ministro português convidou o outro a ir lá a casa. *
>* O ministro angolano foi e ficou espantado com a bela vivenda. Em
>bairro chiquérrimo e com piscina. *
>* Com o informalíssimo dos luandenses pôs-se a fazer perguntas. *
>*- Com um ordenado que não chega a mil contos limpos, como é que o meu
>amigo conseguiu tudo isto? Não me diga que era rico antes de ir para o
>Governo?
>O ministro português sorriu, disse que não, antes não era rico. *
>* E em jeito de quem quer dar explicações, convidou o outro a ir até à
>janela.? Está a ver aquela auto-estrada? *
>* - Sim ? respondeu o angolano.
>- Pois ela foi adjudicada por 100 milhões. Mas, na verdade, só custou
>90... disse o português, piscando o olho.
>Semanas depois, o ministro português foi de viagem a Luanda. * *O
>angolano quis retribuir a simpatia e convidou-o a ir lá a casa. Era um
>palácio, com varandas viradas para o pôr-do-Sol do Mussulo, jardins
>japoneses e piscinas em cascata. * *O português nem queria acreditar,
>gaguejou perguntas sobre como era possível um homem público ter uma
>mansão daquelas. O angolano levou-o à janela.
>Está a ver aquela auto-estrada?
>- Não.
>- Pois. "