domingo, 18 de janeiro de 2009

Amantes



Noites ...
Noites em que procuro tanto
Rolar em teus braços ... cobrir-te de beijos
Conter toda a lágrima deste meu pranto
Saciar meu amor ... e meus loucos desejos
Com meus lábios labutar em teus seios
Que ora ostenta dois bicos imponentes
Sob a noite que assiste sem receios
O amor nestes dois corpos valentes
Passear em teu corpo frágil de menina
De menina mas com cheiro de mulher
Que se faz dama mas amando me alucina
Corpos que rolam na cama, rolando nus
Entre coxas... abraços... amor que quer
Continuar com o primeiro faixo de luz.

6 comentários:

Ricardo Cabrito disse...

Esta tb é uma imagem da terra média?

cabriti here

MEU DOCE AMOR disse...

Tssss....

Que lindo poema!!!!!!!!!!!Tu sabe menino,tu sabe mesmo:)))

Beijinho doce ...hummmm...

Chcolates

2Pintas disse...

também temos poeta! e está fantástico! muitos parabéns!
bjs

GarçaReal disse...

Belo

Não sabia que escrevias tão bem D...
Simplesmente belo e envolvente a condizer lindamente com a imagem.

Parabéns

bjgrande do Lago

Dreamaster disse...

Obrigado meninas :)


Tem dias. Umas vezes gosto de escrever em ingles e outras vezes em português. Mas só escrevo quando me sinto inclinado e inspirado para isso.

Este poema já o tinah escrito a já algum tempo e nunca tinha encontrado o momneto ideal para o colocar aqui. Até q acabei por me esqueçer dele... até hoje.

Na secção dos Poemas podem lá encontrar alguns poemas meus (em portugues e ingles) e de outros autores tb.


Um grande beijo a todas.
D.

gotadevidro disse...

Belissimo...............

Agradávelmente surpreendida

beijinho