terça-feira, 14 de abril de 2009

PUSSY TIME - Nashville Pussy ao vivo em Portugal


O dia 6 de Abril de 2009, vai ficar marcado como o dia em que pude ver finalmente uma das minhas bandas favoritas do puro rock'n'roll, os Nashville Pussy. Infelizmente da primeira vez que cá vieram tocar, no extinto Paradise Garage, eu não pude ir mas desta vez não me podiam escapar.

Foi uma verdadeira invasão USA (he he he), pois os Nashville Pussy trouxeram com eles nesta tournée pela Europa, os seus compatriotas Supersuckers, que aproveitaram para festejar os seus mais de 20 anos de carreira e que deram um bom concerto de rock. Estas duas bandas juntas trouxeram ao Santiago Alquimista, Lisboa, o som do bom velho ROCK’N’ROLL.

Cheguei lá um pouco antes da hora para absorver o ambiente e também absorver umas cervejolas fresquinhas (apesar de ir contra as recomendações do meu medico devido às queixas do meu fígado – bufo dum caraças) mas ir a uma noite de puro rock’ n’ roll e não refrescar a garganta com umas cervejas era completamente poser.
Sou fan da banda desde o primeiro álbum ““Let Them Eat Pussy” de 1998 e não é por causa da capa sugestiva mas pelo bom rock'n'roll, irreverência, ousadia e riffs orelhudos, sem arranjos complexos mas apenas puro e simples rock. Nada a enganar. Os Nashville Pussy são constituídos por Karen Cuda (baixista), Jeremy Thompson (baterista) e o casal Blaine Cartwright (vocalista e guitarrista) e Ruyter Suys (guitarrista) que gosta de exibir os seus generosos e atraentes peitos, sempre à vista, porque o que é bonito é para se ver (he he he). Ora a malta gosta é disto. Rock, mamas e pussy! – Como já dizia alguém ;)

O concerto começou com “Speed Machine”, a faixa que abre o mais recente álbum “From Hell To Texas” de 2009, passando por clássicos da banda como “Go Motherfukcer Go”, “Struttin’ Cock”, “Piece Of Ass” ou “High As Hell”, passando pela cover de Tina Turner “Nutbush City Limits” e foi uma verdadeira viagem de bom Rock’N’Rock como há muito não ouvia por estas bandas, que culminou num apoteótico “Goin Down” do primeiro álbum da banda, com muitos gritos, cerveja, calor e um pequeno nº de masturbação entre Ruyter Suys e a sua guitarra de eleição (ganda maluca). Foi uma excelente noite com um excelente público que nunca se cansou de apoiar as bandas.

No final do concerto houve a esperada confraternização e troca de impressões. Ainda consegui falar com a baixista Karen Cuda que me revelou ser uma grande fan dos Iron Maiden depois de eu lhe mostrar que levava uma t-shirt dos Iron Maiden comprada na ultima tournée, ao que ela esbugalhou os olhos e propôs se eu queria dar-lhe a t-shirt em troca de hard sex, foi uma risota no recinto. Ficou tudo por um beijo e o autógrafo. O vocalista Blaine Cartwright também apareceu e trocamos dois dedos de conversa e o respectivo autógrafo.

Pronto, deixo-vos aqui algumas fotos dessa noite memorável e que venha outra noite assim.

4 comentários:

MEU DOCE AMOR disse...

HUMMM...POR ISSO ANDASTE DESAPARECIDO.EU BEM DISSE...

O QUE A MOCITA ESTÁ A FAZER COM A DITA CUJA?

NÃO CONHECIA O GRUPO.AGORA TENHO QUE IR VER NÃO É?

POIS...

DE NOTAR QUE ENTRO AQUI NA CAIXA DOS COMENTS E QUANDO ABRE APARECE O BLOG LÁ DENTRO EM MINIATURA.COMO FAZES ISSO?

E DEIXO BEIJO AO MEU MENINO NÉ?

BEIJINHO DOCE :)
http://amagiaeofogo.blogspot.com/

GarçaReal disse...

Hummmmmmmmmmmmm

Acontece que não conhecia a banda.

As fotos bem giras.

Eu a julgar-te em retiro e afinal andavas na boa vida....

Mas se mataste o desejo de ver ao vivo, valeu a pena

Bjgrande do Lago para o menino dos sonhos

gotadevidro disse...

Ai ai o menino.....

Essas cervejolas.....Claro que o fígado fica de rastos.

Mas enfim...Foi só um dia

A banda se foi do agrado valeu a pena.

beijinho no sonhador

olharapus disse...

repara na energia dessa mulhner! bem... assim mesmo se canta!!! :)
mudei-me para htt://coisasecrafts.blogspot.com, tem o mesmo logotipo mas está pintada de fresco e tem mais assoalhadas ...lol
beijinhos!