terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Conan, O Barbaro (1982)



Este fim de semana que passou revi este clássico do cinema. Uma espectacular adaptação da personagem criada por Robert E. Howard ao cinema.

Um filme que nos transporta de uma forma muito bem feita aos primórdios da civilização humana, onde o que valia era a força dos músculos e o poder de uma espada. Todo um período onde abundavam deuses e feitiçaria.

É neste mundo, que aparece o lendário guerreiro e herói, Conan O Bárbaro, protagonizado muito bem por Arnold Schwarzenegger, no seu primeiro grande papel no cinema e numa grande produção de Hollywood.

Conan poderia ter sido mais um jovem tranquilo guerreiro não fosse o facto do seu povo ter sido massacrado e ele ter ficado órfão pelo sanguinário Thulsa Doom (James Earl Jones), líder de um culto de impiedosos mercenários. Conan vive uma infância de impiedosa escravidão apenas para vir a ser um gladiador para gáudio dos seus captores.


Enviado para o Oriente para adquirir as melhores técnicas de luta e literatura, Conan libertado, embarca numa sangrenta e perigosa demanda para vingar a morte dos seus pais e seu povo.

Pelo caminho encontra o seu companheiro de luta Subotai (Gerry Lopez) e a sua amada a guerreira Valéria (Sandahl Bergman, conhecida também pelo papel sensual em All That Jazz de 1979) e o feiticeiro Akiro (Mako).

Juntamente com eles, Conan e a sua espada justiceira têm de vencer os seus inimigos sedentos de sangue, numa aventura sobre a coragem, o amor, a força e o carácter e acima de tudo, a vitória do Bem sobre o Mal.

O filme conta com uma espectacular banda sonora de Basil Poledouris (na minha opinião uma das melhores bandas sonoras que alguma vez já se fez para cinema) e uma excelente realização de John Milius.

Um filme preparado ao pormenor, sem foleirices ou cenários e roupas de segunda categoria. Neste filme tentou-se levar ao máximo o detalhe que correspondesse a aquele período antigo da história da civilização humana.


Um filme que recomendo a todos que gostam de filmes de aventuras e fantasia.


Tracklist:

CD1
01-Prologue - Anvil Of Crom
02-Riddle Of Steel - Riders Of Doom
03-Gift Of Fury
04-Column Of Sadness - Wheel Of Pain
05-Gladiator (Unreleased)
06-The Discipline of Steel (Unreleased)
07-Atlantean Sword.mp3
08-The Witch (Unreleased)
09-Theology - Civilization
10-Heaven For Thieves (Unreleased)
11-Tower Of Set (Unreleased)
12-Escape (Unreleased)
13-Wifeing (Theme of Love)
14-The Tavern (Unreleased)
15-The Leaving - The Search
16-Mountain Of Power Procession
17-Children of Doom (Unreleased)
18-The Tree Of Woe
19-Recovery


CD2
01-Battle Preparations (Unreleased)
02-The Kitchen - The Orgy
03-Encounter With Rexor (Unreleased)
04-Funeral Pyre
05-The Battle of the Mounds
06-Resourceful Warriors (Unreleased)
07-The Death Of Rexor
08-Doom Decapitated (Unreleased)
09-Orphans Of Doom - The Awakening.mp3
10-End Credits (Unreleased)


Agora disponivel pela primeira vez, a edição completa da banda sonora do filme. Conan The Barbarian the complete soundtrack here available for the first time:
DOWNLOAD

  • CD1

  • CD2



  • Trailer:



    Antevisão:


    Conan relembra a sua infancia:

    14 comentários:

    Anónimo disse...

    Continuo a achar que este é um grande filme, e de certa forma, até faz justiça ao personagem original, e ao da BD.

    Nuno disse...

    o anonimo ai de cima sou eu ...

    MEU DOCE AMOR disse...

    Então?

    Stress?O que foi meu fofinho?

    Tem calma.

    Gosto muito desse filme.Já vi várias vezes.

    Amnhã verei outra vez o que aqui postaste.

    Um beijo e dorme bem,tá?

    Beijinho doce:)

    GarçaReal disse...

    Vi este filme há muitos anos.
    Na altura achei-o muito violento.

    Claro que com a violência dos tempos presentes...Nada se compara.

    Bjgrande do Lago

    Bola Oito disse...

    É um filme muito porreiro sim. Já não o vejo há anos.

    Tem o James Earl Jones, e só isso já é fantástico.

    Boa banda sonora tb. Não a melhor de todas, mas muito boa certamente.

    Akicage disse...
    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
    Dinos disse...
    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
    Bruxinhachellot disse...

    Uma lembran�a feliz essa que me proporcionaste com essa postagem.

    Beijos de Sol e de Lua.

    Dreamaster disse...

    Nuno eu tambem acho. As pessoas esqueçem-se q uma coisa são os livros e outra coisa é tranpor para o grande ecra. O q resulta num livro pode não resultar tão bem no cinema.
    Veja o caso do LOTR, onde o Peter Jackson teve q mudificar algumas coisas para o cinema para ficar melhor.

    Dreamaster disse...

    Meu doce amor, quero saber então o q achaste ;)


    Bjs
    D.

    Dreamaster disse...

    Pois, é vilolento mas a personagem e o tempo e periodo da civilização tb era violento e por isso acho q se adequa.
    Mas gostas do filme ?


    Bjs
    D.

    Dreamaster disse...

    Gonçalo, eu não disse q era a melhor mas uma das melhores ;)

    Dreamaster disse...

    Bruxinha obrigado por apareçeres e deixares a tua marca. Espero q voltes novamente :)


    Bjs
    D.

    Bola Oito disse...

    Tens razão.

    Seja como for é uma boa banda sonora sim.